Informação Técnica

INFORMAÇÃO

TÉCNICA

PRÍNCIPIO DE FUNCIONAMENTO DA NOSSA TECNOLOGIA

 

Estas células que produzimos baseadas na tecnologia da electrosmose conseguem quase instantâneamente transformar a energia elétrica fornecida em energia calorifica sem utilizar qualquer tipo de resistência elétrica.

 

Com a utilização desta tecnologia o fluido circulante no circuito hidraulico primário acelera a passagem de electrons de 50 vezes por segundo para uma velocidade de 280 Km por segundo, permitindo obter o efeito desejado de conversão imediata de energia elétrica para térmica sem perdas desnecessárias.

 

Nas células puramente eletrónicas utilizamos outras tecnologias por nós desenvolvidas que pela sua complexidade nos reservamos de descrever.

Estas células são por nós aconselhadas para soluções especificas da área industrial.

 

25 RAZÕES PARA VOCÊ NÃO INSTALAR UMA BOMBA DE CALOR E OPTAR PELOS NOSSOS SISTEMAS

 

tradução direta publicada por outras entidades

1. De acordo com a regulamentação da U.E. as bombas de circulação não são consideradas para determinar a eficiência das bombas de calor.

2. Pequenos erros considerados insignificantes no decorrer do processo de instalação de uma bomba de calor poderão reduzir a sua eficiência em até 50%.

3. É um equipamento dispendioso, quando em comparação com outras soluções de aquecimento!

 

4. Se a automatização das “condições meteorológicas” não for aplicada é necessária a instalação de um acumulador de calor. Este modelo de ligação reduz o COP operacional em 30% - 40%. (Diminuição de COP!)

5. Pela sua concepção, uma bomba de calor "não gosta" de temperaturas elevadas num sistema de aquecimento, assim a eficiência da bomba de calorserá reduzida. (Diminuição de COP!)

6. O retorno do investimento de uma bomba de calor é longo. Não sendo possível neste período actualizar o sistema, são necessários elevados investimentos de capital.

7. Durante a utilização da bomba de calor, em ambientes de temperaturas externas baixas, a sua eficiência também é muito reduzida. (Diminuição de COP!)

8. A eficiência especificada na ficha técnica é obtida em condições consideradas "perfeitas" de laboratório. A eficiência operacional geralmente é muito mais baixa do que o valor declarado nos documentos técnicos. (Diminuição de COP!)

9. A automatização de "condições meteorológicas" é necessária, pois sem ela a eficiência da bomba de calor é ainda maisbaixa.

10. Existem muitas condições de trabalho e situações em que as bombas de calor não são capazes de aquecer toda a área! Será necessário nestas condições recorrer a dispositivos de aquecimento adicionais!

11. Mesmo ao obter uma bomba de calor gratuitamente (o preço de bomba de calor representa apenas um terço do total do investimento na solução), será necessário pagar toda a montagem e parametrização (quer ser um investidor para as empresas de construção e fabricantes de bombas de calor?).

12. Quando a humidade congela no radiador da bomba de calor, a superfície de troca de calor com o ar diminui visivelmente, quase 21 vezes. A intensidade de permuta de calor diminui aproximadamente pelo mesmo valor. (Redução de COP!)

 

13. É necessário gastar tempo e energia para descongelar o radiador, o que também diminui a eficiência total. (Redução de COP!)

14. Em níveis mais altos de humidade do ar, o radiador fica intensamente coberto de gelo (o que é especialmente relevante para as regiões costeiras).

15. Juntamente com o investimento na instalação de uma bomba de calor, seria mais correcto adicionar também as despesas relacionadas com a transição para um sistema de aquecimento de temperatura reduzida (instalação de pisos radiantes, radiadores adicionais ou substituição dos existentes por maiores e mais potentes). Na maioria das vezes esta questão não é considerada!

16. Para evitar a formação de gelo contínuo no circuito do permutador de calor, um dos colectores paralelos tem de ser desligado. Assim, a quantidade de circuito de terra necessário aumenta, em conjunto com os aumentos de preço, pelo menos, duas vezes.

17. Despesas com um sistema de aquecimento maior estão incluídos no orçamento já na fase de projecto. Isto significa que a redução do preço não é possível (se prometida, é ilusão)!

18. Os ciclos de descongelação de uma bomba de calor podem ser muito frequentes, reduzindo significativamente a eficiência da bomba de calor tornando-se numa razão potencial para a diminuição das temperaturas no interior das instalações. (Diminuição de COP!)

19. O COP real é de 1,7 quando a temperatura nos radiadores é de + 50° C! A maioria dos fabricantes de bombas de calor indica mais de 2,0 (fonte - Departamento de Recursos Naturais do Canadá). (Diminuição de COP!)

20. Uma bomba de calor tem de estar protegida do vento e deve ser assegurado que não há nenhuma recirculação de ar já utilizado. A drenagem tem de ser ligada ao esgoto interior. A bomba de calor deve estar localizada no exterior, de modo que é impossível garantir o isolamento perfeito do aquecimento principal sem perda de calor. Ventiladores e compressores provocam ruído e vibração. Uma placa de suporte especial é necessária. Não é ainda uma lista completa dos problemas...

21. O funcionamento contínuo do ventilador interno (se o modo de trabalho for definido manualmente) pode reduzir a eficiência da bomba de calor. (Diminuição de COP!)

22. A utilização de filtros e permutadores de calor é extremamente importante para a produtividade e melhor aproveitamento dos recursos da bomba de calor, mas eles também introduzem perdas. (Diminuição de COP!)

23. Os filtros têm de ser verificados, uma vez por mês, diminuição de produtividade e de carga podem resultar em falha do compressor. Velocidade do ventilador e tensão de correias também têm de ser verificadas numa base regular.

 

24. Se a temperatura ambiente for inferior a + 10 ° C e desça pelo menos mais dois graus - diminui a eficiência em uma unidade. Isto significa que o COP vai ser 1 a + 6 ° C! Qual é a utilidade de fazer tal investimento?

25. Esta é a questão mais importante! Digamos que se a temperatura exterior é de + 3 ° C (ou até mesmo mais frio) e a humidade relativa é de 95%. Isto significa que está frio, nublado e húmido no exterior. Neste caso, é necessário atingir a temperatura máxima, no entanto, a bomba de calor pode produzir apenas uma pequena quantidade de calor, em comparação com a sua capacidade nominal, uma vez que está coberta com gelo! Assim, quando o calor é mais necessário, há que recorrer a outras fontes de calor. No entanto, quando a necessidade é menor a dispendiosa bomba de calor recomeça a funcionar.

Pergunte aos fornecedores de bombas de calor:

Qual será a capacidade de produção de calor deste dispositivo se a temperatura ambiente for de +3°C no exterior, estaremos num cenário de neve e, por isso a humidade do ar será de 100%.

Qual será o consumo de energia eléctrica nestas condições?

Muito provavelmente não obterá nenhum resposta.

Após o acima exposto, seria razoável você fazer alguns cálculos como dividir o preço de uma bomba de calor e da sua instalação pelo número de dias frios durante o seu período de garantia e de tempo de retorno do investimento.

© Copyright 2015. All Rights Reserved.